18 de set de 2008

Beleza e Amor




Contou-me, certa vez, um velho ancião, sua própria história, que foi mais ou menos assim...
Tinha ele tez morena, cabelos lisos e sedosos, linhas delicadas que contornavam seu jovem rosto! Olhos esverdeados, amendoados e profundos que competiam em beleza com seu sorriso singelo...
Tinha o jovem corpo atlético, pois era alto e de bom peso, o que resultava para os olhares femininos como um Apolo...
Cortejado e cobiçado o jovem era por onde passava. Recebia demonstrações de carinho e até promessas, juras de amor...
Infelizmente, o jovem se inflou diante de tanta oferta e, como mercadoria, se deixou usar, sentindo a falsa felicidade que sente todos os que enxergam com os olhos fechados...
Um dia, um grande temporal se formava naquela região, mas o jovem foi cumprir suas tarefas quando foi tomado pela forte chuva e fortes relâmpagos, sendo atingido por um que quase o levou à morte...
Socorrido e salvo foi, porém sua beleza exterior a tempestade levou... O jovem, já sem cabelos, cego de uma das vistas, queimado e deformado... agora seu belo rosto era só uma distorção, quase em nada lembrava aquela figura tão bela! Seu corpo, coitado do jovem, tinha marcas indeléveis que nada agora poderia renovar...
As inúmeras apaixonadas sumiram, horrorizadas com tanta disformidade em uma só criatura, e, o pior, o jovem era o mesmo de antes, por dentro nada mudou, já que os raios atingem por fora... mas agora ele entendia que também fora atingido por dentro, onde as fibras sensíveis de sua alma clamava por amor, carinho, atenção... coisas que, antes, tinha de sobra e até podia escolher...
O tempo passou e o jovem envelheceu só e deprimido, porque compreendeu, tardiamente, que nunca fora amado e sim cobiçado como uma mercadoria! E, hoje, ele me conta sua dor e me ensina algumas lições para que eu não cometa suas falhas, não me torne fanatizado, enganado e não venha sofrer quem sabe no amanhã, dores desnecessárias...
O velho amigo, deformado, porém hoje com alma digna e linda, me passou essas frases, que agora transfiro a você, que poderá transferir a outros em situação semelhante:
- "Sempre duvide de quem diz: 'Te Amo'! Salvo se essa pessoa te conhecer por dentro, onde mora nossa beleza e também nossos defeitos..."
- "Nunca acredite em promessas fáceis, onde o critério de análise seja seu exterior..."
- "Nunca doe sorrisos, beijos, abraços e outras 'complicações' se antes você não tiver certeza de que, quem os recebe, tem dentro de si amor por você, pelo seu ser, nunca pela imagem que traz no agora..."
- "Enfim, nunca acredite no amor, quando este nada mais é do que palavras e gestos, porém sem raízes..."
- "Se você, meu jovem, me ouvir e levar em conta meu exemplo, não sofrerá como eu, porque, mesmo se não tivesse sofrido os tormentos da tempestade, hoje estaria com meus quase 100 anos, quase tão feio como me deixou o triste acidente, estaria só, triste e sem nenhuma cortesia por parte de tantas e tantas dezenas de mulheres que lá no passado diziam que me amavam e que eu acreditei..."
- "O amor existe sim, e só ele nos faz felizes! O amor é misto de renúncia, de troca, de cumplicidade, de amizade e de fidelidade! Quem busca esse amor, encontra, ou reencontra, e ele seguirá nessa e por toda a eternidade... Mas, quem busca o que os olhos enxergam, ficará cego quando estes cerrarem..."



 (Marly Moraes)

2 comentários:

Marco islAa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joker disse...

BONITOoOoO ... *_____*

é eu concordo com o que o Marcos falou...

Mas a gente não pode deixar de sonhar que tudo vai melhorar...

See ya...